Os impactos da pandemia no desenvolvimento infantil

Tempo de leitura: 6 minutos

Todos temos medo do desconhecido, afinal, adaptar-se a cenários diferentes nem sempre é uma tarefa fácil. Porém, esse sentimento natural faz com que consigamos nos adaptar a diversas coisas, como a uma nova casa, um novo emprego e até a uma nova rotina; e foi exatamente o que aconteceu em 2020 quando a pandemia do Corona Vírus (Covid-19) começou, tivemos que nos adaptar a um novo cenário.

A pandemia gerou (e ainda gera) um grande impacto no mundo. Tivemos que nos atentar a inúmeras coisas, como o uso de máscara, álcool em gel, e o mais desafiador, aprender uma nova maneira de fazer as tarefas do dia a dia, como estudar trabalhar e interagir com as pessoas.

Acredito que ninguém imaginava que o vírus tomaria essa proporção, considerando uma mudança extrema e repentina. Mas, já parou para pensar como isso afetou o processo educacional e o desenvolvimento infantil?

Isolamento social na pandemia

Educa Pais - Os impactos da pandemia na educação infantil

O ensino infantil, de zero a cinco anos, é o período em que as crianças têm contato com o mundo ao seu redor, desenvolvendo habilidades sociais e emocionais.

De um dia para outro não podíamos mais sair de casa com segurança. Antes, acordávamos cedo para trabalhar, durante a pandemia, passamos a trabalhar em casa, as aulas foram suspensas e as crianças não podiam brincar com os amiguinhos; além disso, as visitas e passeios também foram suspensos.

Os pais tiveram que lidar com várias perguntas, “Porque a escola está fechada? Porque a gente não pode ver a vovó? O coronavírus já foi embora?”.

Diante dessa situação, as telas de computadores, celulares e televidores se tornaram parte da nova rotina, não só dos pequenos, mas dos adultos também. O modelo de trabalho em casa e as aulas remotas foram a alternativa para driblar a pandemia do Covid-19.

Contudo, um ponto importante é que na primeira infância, não é recomendado que as crianças fiquem mais de duas horas por dia na frente de uma tela. O segredo está no equilíbrio! 

Leia o artigo: “A importância de limitar o tempo de tela das crianças”.

Porém, o novo cenário não exigia tanto atividades motoras e lúdicas como pintura, desenhos, recortes e colagens. Para interagir com os coleguinhas, o formato remoto precisava de materiais bem diferentes, como teclado, mouse e fones de ouvido. “Mas, e quem não tem, faz o quê?”

Desigualdade socioeconômica  

Educa Pais - Os impactos da pandemia na educação infantil

Segundo o UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, em países de baixa e média renda, as perdas de aprendizado devido ao fechamento de escolas deixaram até 70% das crianças de 10 anos incapazes de ler ou entender um texto simples, em comparação com 53% antes da pandemia.

Além disso, as crianças sem acesso às plataformas digitais sentiram ainda mais o impacto da pandemia; de acordo com uma pesquisa feita pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e pela Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal mais de 60% das famílias de crianças na escola pública afirmam não ter acesso à internet ou ter baixa qualidade na conexão, dificultando as atividades remotas. Nas escolas privadas, esse problema atinge 17% dos lares.

Ebook Segurança nas Redes Sociais, disponível para download

O fechamento das escolas afetou até mesmo a alimentação das crianças, já que a merenda escolar é a mais importante ou única refeição do dia. Enfim, são diversos os obstáculos de famílias com dois ou três filhos, muitas encontraram dificuldades em acompanhar atividades escolares por falta de tempo ou conhecimento.

Saúde mental

Educa Pais - Os impactos da pandemia na educação infantil

Além da perda de aprendizado, a pandemia afetou a saúde mental das crianças e adolescentes. O impacto psicológico da pandemia reflete diretamente no comportamento das crianças, por isso, é preciso atentar-se a ações fora do comum da criança, alguns exemplos são:

  • Agressividade;
  • Isolamento;
  • Irritabilidade;
  • Falta de apetite;
  • Insônia;
  • Desobediência.

É sempre importante lembrar que os pais são uma referência e devem dar o exemplo diante de situações de estresse. Dessa forma, o diálogo e a confiança nos pais é muito importante nesses momentos, por isso, explique a situação aos filhos com honestidade e os acolha quando esses comportamentos surgirem.

Leia também: “O que o filme Divertida Mente nos ensina sobre as emoções”.

Alfabetização

Educa Pais - Os impactos da pandemia na educação infantil

Mesmo com todo o esforço para o ensino remoto funcionar, ficaram algumas lacunas na aprendizagem que precisam ser supridas no retorno das aulas em 2022. Por isso, é tão importante que a educação infantil seja em grupo, principalmente no processo da alfabetização.

Ou seja, a presença pedagógica de um educador qualificado garante o desenvolvimento alfabético de crianças no ensino fundamental. Neste contexto, surgiu a ausência do preparo dos pais para assumirem o papel de tutores durante a pandemia.

Saiba mais sobre a tecnologia na educação

A sala de aula é um espaço de interação, troca e ajuda. A alfabetização demanda um processo planejado e a escola é o espaço social encarregado dessa função. Sendo assim, para que o formato presencial fosse efetivo novamente, uma avaliação diagnóstica foi proposta para identificar os obstáculos na aprendizagem durante o ensino remoto; o objetivo principal é verificar o que os alunos conseguiram aprender e quais são as maiores dificuldades.

Interação social e atividade física

Educa Pais - Os impactos da pandemia na educação infantil

Sabemos que a movimentação é super importante para a criança, e durante a pandemia, a criançada precisou de bastante criatividade já que não puderam explorar novos espaços.

O isolamento acabou limitando o gasto de energia das crianças. Elas têm necessidade de sentir, ver e observar; todas essas interações se tornam mais difíceis com os protocolos de segurança.

Assim, os jogos de tabuleiro e brincadeiras criativas em família foram a melhor escolha para sair da rotina e se desconectar um pouco das telas.

Descubra a importância do lúdico na aprendizagem na vida das crianças

Conclusão

É cada vez mais nítido os desafios que a educação brasileira vem enfrentando — e ainda enfrentará — devido à pandemia do Covid-19. Podemos notar que os impactos da pandemia vão muito além da aprendizagem no ensino remoto, como as condições de acesso, foram pontuados também mudanças de comportamento das crianças, a falta de socialização e o despreparo dos pais.

Acima de tudo, o cenário pós-pandêmico nos traz uma grande lição: é fundamental oferecer apoio e ter solidariedade com as pessoas a nossa volta. Faça o bem sem olhar a quem!

O importante é que as escolas deem suporte às famílias e ajude os alunos no seu processo de desenvolvimento, para conseguirem voltar à normalidade, e claro, o suporte dos pais se faz muito importante a essa nova adaptação.

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.